Terça-feira, Dezembro 6, 2022
Início Brasil Fachin decide monocráticamente anular todas as condenações de Lula na Lava Jato

Fachin decide monocráticamente anular todas as condenações de Lula na Lava Jato

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, decidiu anular, nesta segunda-feira (8), todas as condenações do ex-presidente Lula da Silva (PT) pela Justiça Federal no Paraná relacionadas às investigações da operação “Lava Jato“.

Com a decisão – que já havia sido condenado em segunda instância pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro – o comunista de extrema esquerda volta a ser considerado ficha limpa e pode, inclusive, disputar eleições.

O ministro do STF declarou a incompetência da Justiça Federal no Paraná nos casos do tríplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e do Instituto Lula. A partir de agora, os autos devem ser analisados pela Justiça Federal no Distrito Federal, a quem caberá deliberar acerca dos atos realizados nos três processos e determinar se eles podem ou não ser validados e reaproveitados.

Bolsonaro versus Lula em 2022

O presidente Jair Bolsonaro comentou nesta segunda-feira (8) a anulação das condenações do ex-presidente Lula pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin. O presidente espera que a decisão de Fachin seja revertida pelo Plenário do Supremo e afirmou que os brasileiros não querem Lula como candidato em 2022.

“Qualquer decisão dos 11 ministros, é possível se prever o que eles pensam, né, e o que eles botam no papel. O ministro Fachin sempre teve forte ligação com PT, então não nos estranha uma decisão nesse sentido. Mas obviamente é uma decisão monocrática, vai ter que passar pela turma, não sei, ou pelo Plenário para que tenha a devida eficácia”, afirmou à CNN Brasil. Para o Bolsonaro, “não pode um homem só ser o senhor do destino desse julgamento”.

O presidente disse que foi surpreendido pela decisão. “Eu acredito que o povo brasileiro não queira sequer ter um candidato como esse em 2022, muito menos pensar numa possível eleição dele”, ressaltou Bolsonaro. “Todos nós sofremos com uma decisão dessas”, disse Bolsonaro ao comentar a reação do mercado a decisão do ministro.

Tiago Medeiroshttp://wwww.painelbrasil.net
Diretor do grupo Painel Brasil
Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Mais populares